Como escolher sua prancha de Wakeboard?

O Wakeboard proporciona uma das melhores sensações que um adepto dos esportes radicais pode sentir. Se apenas dar grandes saltos em qualquer lugar já faz a alegria de um bom aventureiro, fazer isso sobre uma prancha de Wakeboard no mar, em uma represa ou em uma lagoa, é uma adrenalina inesquecível.

Contudo, embora cada vez mais pessoas pratiquem esse esporte, muitas ainda têm alguns receios, mas isso é apenas medo de iniciante, pois essa atividade quase não oferece riscos e pode ser praticada por qualquer um. Dúvidas sobre o equipamento utilizado nesse esporte também são comuns para os principiantes.

Assim, se você quer inserir essa prática nos seus passeios de final de semana, veja abaixo alguns detalhes sobre como escolher sua prancha de Wakeboard!

Relação do tamanho da prancha com o peso do usuário

As dúvidas em relação ao tamanho da prancha a ser escolhida são as mais comuns. Na verdade, especialmente para quem está dando seus primeiros passos no Wakeboard, o ideal é contar com a ajuda de alguém que já tenha alguma experiência no esporte.

O primeiro aspecto que deve ser levado em consideração no momento de comprar a prancha é o peso de quem vai utilizá-la. O comprimento da prancha de Wakeboard aumenta na mesma proporção do peso do usuário.

Nesse sentido, não há um tamanho exato para cada faixa de peso. Todavia, existem algumas tabelas que podem servir como base. Considerando as instruções de alguns fabricantes, criamos uma tabela mostrando a relação do peso do praticante em quilos com o comprimento da prancha em centímetros mais adequado para ele. Veja!

Até 50 kg 122 a 125 cm
De 50 a 60 kg 125 a 128 cm
Até 70 kg 128 a 134 cm
De 70 a 75 kg 134 a 139 cm
De 75 a 80 kg 139 a 142 cm
Acima de 80 kg 142 a 145 cm

 

A curvatura da prancha, chamada de rocker, influencia em diversos aspectos na prática de Wakeboard, tais como a velocidade, o equilíbrio do praticante e a dificuldade para fazer giros e dar saltos. Por isso, é fundamental observá-la. 

Para iniciantes, por exemplo, o mais indicado é que seja escolhida uma prancha mais plana (sem muita curvatura). Embora sejam mais rápidas, as pranchas com pouca curvatura dão mais equilíbrio ao usuário, o que ajuda a fazer giros mais rápidos sem correr o risco de cair.

Já quando o intuito é saltar, as pranchas com muito rocker são melhores, pois proporcionam mais impulsão.

O estilo e o nível do usuário também influenciam no momento de escolher a prancha de Wakeboard

Geralmente, as pessoas que se interessam pelo Wakeboard já estão familiarizadas com alguns esportes similares, como o surf. Dessa maneira, o estilo e o nível do praticante em relação aos esportes semelhantes também devem ser ponderados no momento de escolher a prancha.

Um bom surfista, por exemplo, pode optar por uma prancha menor, pois elas são melhores para dar giros mais rápidos e mais radicais. Já quando a intenção é fazer grandes saltos, as pranchas longas são as mais indicadas, já que elas proporcionam um pouso mais suave e com menos risco de se desequilibrar.

Ficando atento a esses detalhes, você certamente saberá escolher a prancha de Wakeboard perfeita para o seu perfil e terá momentos de muita diversão praticando esse esporte que, além da adrenalina, também gera a oportunidade de conhecer outros adeptos, fazer novas amizades e fugir da rotina.

Gostou do texto? Então que tal ler este outro post sobre os melhores lugares para praticar Wakeboard no Brasil?

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-color: transparent;background-size: initial;background-position: top center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 250px;}